No evento Packaging Innovations, em Londres, como parte do Fórum de beleza, Emmanuelle Bassman, fundadora e diretora da In-Trend Ltd, deu suas previsões para as próximas grandes novidades em embalagens de cosméticos.

  1. Passos de uma rotina de beleza

“Não é suficiente apenas lançar um produto. Você precisa vir com um protocolo. Rotinas de vários passos exigem uma embalagem que permita este comportamento “passo um, passo dois, passo três” ou um perfil “dia/noite”. E você precisa tornar isso perceptível na sua embalagem”.

  1. Menos é mais

“Em termos de ingredientes, menos é mais… e é necessário refletir isso na sua embalagem. Simplicidade é um quesito extremamente relevante”.

  1. Não tóxicos com embalagens inteligentes

“Temos reduzido o uso de conservantes e compensando essa redução com o uso de embalagens inteligentes que permitem a preservação do creme no seu interior. Também temos visto mais produtos “frescos” no mercado, desenvolvidos para serem armazenados em geladeira, uma vez que há uma grande ligação entre cosméticos e alimentos”.

  1. Tudo sobre alimentos

“Juntamente com a tendência de superalimentos, em beleza, estamos vendo uma tendência mais “faça você mesmo” para as embalagens. Os consumidores querem estar mais envolvidos; e não é algo relacionado a marcas caseiras; marcas premium também estão oferecendo isso como uma forma de permitir que os consumidores personalizem”.

  1. Associando dispositivos e produtos tópicos

“Hoje não é mais o suficiente usar apenas um produto tópico. Você precisa incrementar o seu efeito usando ferramentas. Pense no seu cosmético e, em seguida, pense em que tipo de dispositivo você poderia incluir no pacote, para que ele funcionasse ainda melhor”.

  1. Na rua

“O banheiro não é o único lugar onde são aplicados produtos de beleza. Estamos muito ocupados! Você precisa fazer um produto em formato de bastão portátil. Os produtos para uso fora de casa estão crescendo a cada ano! Mesmo produtos diários para cuidado da pele estão se tornando mais e mais sofisticados. Já existem peelings em formatos de lenços e pads”.

  1. Explosão de multiações

“Todos, atualmente, desejam produtos multiação e, se você tem um produto multifuncional, você tem que deixar muito claro na embalagem tudo que o produto faz. Você precisa expressar esta multifuncionalidade no projeto“.

  1. Impulsionando a mente para a beleza sensorial

“Queremos nos sentir bem e queremos nos sentir menos estressados. Como uma marca, você pode abrir outras emoções do consumidor – por exemplo, empresas gourmand procuram embalagens que façam com que você sinta vontade de comer. Com produtos de beleza capazes de proporcionar uma sensação, como um “frescor”, a embalagem pode contribuir, se ela expressar a mesma ideia”.

  1. Monitorando a beleza

“Agora temos o telefone e o produto – e eles vão ser ligados cada vez mais. Seguindo o lançamento do My UV Patch, da La Roche Posay, podemos esperar mais marcas com conceitos de conexão com smartphones”.

 

  1. Cor da pele

“Beleza não é apenas para peles brancas. E isso precisa ser sinalizado nas embalagens.”

  1. Embalado individualmente

“Com as tendências para produtos frescos e para uso na rua, tudo passa a ser cada vez mais embalado individualmente. Há uma tendência à diminuição no uso de produtos onde temos que colocar nossas mãos repetidamente em um pote, enquanto produtos como máscaras passam a ser vendidas em sachês de uso único. Então porque não fazer seus produtos de uso único, tornando-os muito mais atraentes para uso fora de casa?”.

(Fonte: Cosmetic Innovation, 26 de setembro de 2016)